terça-feira, 18 de agosto de 2009

UM PRESENTE INESPERADO


video


17 de agosto, véspera de meu aniversário. Como viajo na sexta-feira para o Brasil, este ano, decidi não fazer festa. Assim, o dia seguiu rotineiro e sem maiores emoções. Muito diferente do ano passado, quando resolvi fazer o que na década de 60 se chamava uma festa de arromba e os dias que a antecederam foram de puro frisson (Como estou antiquada! Seriam os 52 anos chegando?).





Dia comum é dia de levar Silvio ao trabalho, dar uma caminhada, passar nos auto-mercados de Valle Arriba e Santa Fé (sempre faço uma checada nos dois, pois, muitas vezes, o que não tem em um, tem no outro), organizar as coisas em casa, inventar o que comer e bolar algo mais chévere para o jantar. Uma saída de tarde ... mas decidi não sair, pois estavam fazendo uma retrospectiva de Indiana Jones na TV e não resisti. Esta coisa de ver filme de tarde na televisão é algo que ainda me surpreende e me encanta, mesmo depois de mais de dois anos exercendo o meu ofício de International Vagabond.





E assim foi passando a tarde, eu na sala de televisão vendo filme, às vezes mexendo com a Internet, e na hora dos intervalos, dando uma olhada no livro que estou lendo agora: Operación Jaque, outro sobre o resgate dos reféns na Colombia.





Lá pelas cinco, mudei para a TV aberta para ver se havia mais informações sobre La Nueva Ley de Educación (É como andar de bicicleta, não consigo me desligar totalmente quando o assunto é Educação). Acredito que por estarmos em pleno periodo de vacaciones, muito pouca gente (del pueblo) tenha tido acesso ao texto aprovado esta semana. Decidi pesquisar na Internet e encontrei o texto na íntegra na edição da Gaceta Oficial. E foi aí que a campainha tocou. Nossa! Já era Silvio chegando!





E quando fui abrir a porta, o cair da noite me pegou desprevenida. O Ávila, depois de muitos dias de chuva forte de tarde, estava pleno, limpo e com uma camada de nuvens brancas tecendo sua base. Apesar de mais de dois anos em Caracas, ainda me surpreendo e me emociono com esta montanha.





.................................................................................................





Aqui termina o texto e se inicia o vídeo, o filmezinho de abertura. Cada vez que me ouço, acho que chio muito e falo arrastado, mas é nessa fala lenta que registro o meu fiel encanto ... E agradeço à vida pelos presentes inesperados ...



Um presente inesperado, nesta véspera rotineira e tranquila de mí cumpleaños.





(in á vista del ávila. O filme não faz jus à imagem que vi, mas ... fica o registro)

2 comentários:

Alzira Willcox disse...

Mesmo não fazendo jus à beleza do momento, o filme nos dá uma ideia do encantamento do entardecer á sua vista. E nós, que acompanhamos o seu blog, já estamos muito próximos do Ávila (rsrs).
Mas o que me encanta uma vez mais é a sua sensibilidade, os seus olhos, 'janelas da alma', que sempre conseguem captar o belo, enxergá-lo.
Parabéns pelos 'cumpleaños' e que você mantenha intacta ao longo da vida essa capacidade de extasiar-se com o belo.
Beijo grande, tudo de melhor.

Elza Martins disse...

Querida Pat:
Lamento muito não ter estado com você no seu aniversário. Parabéns.
Fica aqui o meu agradecimento pela beleza da nossa amizade que dispensa a proximidade para se saber verdadeira e obrigada ainda pelo belo Ávila que você me apresentou e por quem já desenvolvi um enorme afeto, por saber que ele lhe faz tão bem.
Muitas saudades amaiga, se puder me ligue , enquanto estiver por aqui.